Em reunião realizada na Câmara Municipal de Paranavaí nessa quinta -feira (02), o vereador Carlos Alberto João (Professor Carlos – PT) reservou um espaço para criticar a manifestação do prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes (Caíque), que em redes sociais defendeu a renovação do contrato com a empresa que presta serviços de radar móvel na cidade. Segundo Caique, as pessoas precisam cumprir a lei para maior segurança no trânsito e refletir sobre a mobilidade urbana.

Conforme divulgado pela assessoria de imprensa, a Prefeitura vai renovar o contrato do serviço do radar móvel, utilizando o equipamento nos locais de grande fluxo de veículos e com maior número de acidentes.

Sem entrar no mérito da importância do radar, o vereador considerou deselegante alguns termos utilizados pelo prefeito. Citou literalmente o final de um texto nas redes sociais, quando o prefeito parece não demonstrar preocupação com as eventuais críticas: “#que comece o mimimi”, escreveu.

No entendimento do professor Carlos, não se trata de “mimimi” debater sobre promessas de campanha. Na campanha eleitoral do ano passado a proposta foi acabar com o radar móvel e instalar aparelhos fixos, afirmou. O prefeito argumenta ainda que não estabeleceu prazo para acabar com o radar. Enfatizando que tem esse compromisso com a população.

Também o vereador Cláudio Sabino (PP) usou a tribuna para fazer menção ao uso de radar em Paranavaí. Além de se preocupar com o funcionamento do radar, fez elogios ao trabalho do Governo do estado na cidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui