Três estradas rurais de Paranavaí estão interditadas

Técnicos do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), em Paranavaí, registraram na noite de anteontem a quarta maior precipitação de chuva em 2017 – 44,6 milímetros. No dia 20 de maio houve o registro de 48,3 mm de chuva e no dia 6 de abril, de 57,8 mm. Em 1º de fevereiro choveu 100,8 milímetros.

O grande volume de águas não provocou problemas na área urbana de Paranavaí, informou o secretário de Infraestrutura, Renato Dultra.

Já na área rural, foram registrados estragos. Três estradas tiveram que ser interditadas e quase uma dezena estava com o tráfego parcialmente prejudicado, informou o secretário de Agricultura, Tarcísio Barbosa.

“Nas estradas da Curva da Areia, do Alto Café e nas proximidades da Fazenda São Judas Tadeu não há como transitar por causa de problemas nas cabeceiras de pontes. Recentemente tínhamos realizado um trabalho de patrolamento em quase 100 quilômetros e esse serviço foi praticamente perdido”, revelou Barbosa.

O secretário informou que será necessário ter três dias sem chuvas para iniciar o trabalho de recuperação. Prioritariamente o serviço iniciará onde passam ônibus de transporte escolar.

Barbosa revelou que além de recuperar as estradas ele e sua equipe farão um trabalho de orientação junto aos proprietários rurais.
“Está claro que boa parte do problema acontece porque existem propriedades que jogam água para as estradas. Se não houver colaboração (fazer curva de nível) teremos que notificar para que seja feito o trabalho adequado para evitar que isso volte a acontecer”, enfatizou o secretário de Agricultura.

Fonte: DN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *