Governador Ratinho Junior afirma que compromisso é tornar o Paraná referência em educação

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou que melhorar o Ideb, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, e tornar a rede pública referência nacional e internacional em ensino e aprendizagem são compromissos do Governo do Paraná. Ele deu posse formal, nesta quinta-feira, ao novo secretário da Educação e do Esporte, Renato Feder, em cerimônia na sede da Secretaria, em Curitiba. Segundo o governador, o objetivo é explorar ao máximo o potencial da estrutura de educação do Estado.

Ratinho Junior destacou medidas que já estão sendo executadas pela Secretaria, como a seleção dos 32 novos chefes dos Núcleos Regionais de Educação, que até então era por indicação política, mas passará a ser feita por processo seletivo. Segundo ele, o chefe de núcleo precisa ter capacidade técnica porque ele será o topo da pirâmide para as boas práticas que serão implantadas na sala de aula. O governador ainda afirmou que o Paraná também deve buscar modelos que deram certo para aplicar na rede estadual de ensino.

O secretário Renato Feder afirmou que a pasta também trabalha com a ampliação e fortalecimento da rede de ensino e com a valorização dos professores e profissionais da educação.

Feder também apresentou uma agenda de ações que serão implantadas com foco na volta às aulas, em 14 de fevereiro. O primeiro passo é o processo de seleção para chefes de núcleo, que começa nesta sexta-feira. Também está prevista uma formação com todos os diretores dos colégios estaduais do Paraná na semana que vem. Outra medida é a melhoria da estrutura das escolas. Feder explicou que as unidades mais necessitadas e com problemas mais graves estão recebendo reparos emergenciais para começar o ano letivo aptas para receber os alunos. Cerca de 100 escolas estão passando por reformas. Renato Feder é formado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas e tem mestrado em economia na USP. O empresário foi assessor voluntário da Secretaria de Educação de São Paulo, professor de Matemática por oito anos e de Economia por quatro anos. Também foi diretor, por oito anos, do Colégio ALEF, escola de São Paulo sem fins lucrativos.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná, repórter: Wyllian Soppa


Ouça a notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *