Reforma da Previdência entra na pauta do Congresso após votação de 39 propostas pendentes

Pra colocar em pauta a votação da Reforma da Previdência, presidente Jair Bolsonaro terá de testar a capacidade de força da base aliada em votação de 39 propostas pendentes no Legislativo. A maior parte das 22 Medidas Provisórias e 17 vetos presidenciais é remanescente da gestão de Michel Temer.

Apesar de iniciado o ano legislativo no Congresso, as atividades só serão retomadas quando os novos parlamentares estiverem instalados e adaptados.

A renovação da casa foi de quase 50% e, além da adaptação às funções, as bancadas ainda vão negociar o comando de comissões na Câmara e no Senado.

Entre os projetos pendentes, estão a MP que adia o reajuste salarial de servidores e o projeto que institui o programa de inovação e incentivos fiscais para o setor automotivo, o Rota 2030, que teve veto parcial.

São propostas com potencial custo aos cofres do governo. Em apenas cinco delas, são, no mínimo R$ 37 bi de gastos nos próximos anos.

Fonte: Agência Rádio 2, repórter: Bernadete Druzian


Ouça a notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *