Governo do Estado e governo federal unem esforços para atender público infantil

Os governos estadual e federal vão trabalhar em conjunto para desenvolver ações de proteção à infância. A iniciativa foi confirmada, nesta quinta-feira, pelo governador Ratinho Junior, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. A parceria vai permitir a implantação do programa Criança Feliz em todo o Paraná. De início, o governo federal disponibilizou 1 milhão e 200 mil reais para iniciar as atividades e estimular o desenvolvimento de crianças, especialmente de famílias de baixa renda. Ratinho Junior disse que a adesão do Estado ao programa mostra a união de esforços entre os governos estadual e federal.

Diferente do que acontece no restante do País, no Paraná o projeto se soma à Força-Tarefa Infância Segura, que trabalha com ações de prevenção e repressão a crimes contra crianças, criado pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho para atender crianças dos seis aos 12 anos, a chamada segunda infância. Em cerimônia realizada no Bosque São Cristóvão, em Curitiba, o ministro Osmar Terra disse que a proposta é acompanhar semanalmente o desenvolvimento das crianças.

O governador Ratinho Junior explicou que os recursos vão ser usados no treinamento dos profissionais que vão visitar as famílias todas as semanas e fazer o acompanhamento das crianças para que tenham oportunidades reais na vida. O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost disse que o Criança Feliz vai levar visitadoras às casas de gestantes e crianças de até 6 anos de idade.

O programa integra ações de saúde, assistência social, educação, justiça e cultura; e vai ser desenvolvido inicialmente em 213 cidades do Paraná, que são elegíveis por terem unidades do Centro de Referência de Assistência Social ou população que recebe o Bolsa Família. Um total de 31 municípios já havia aderido ao programa em 2017 diretamente com o governo federal, mas não conseguiu colocá-lo em prática. O ponto central do Criança Feliz é a visita semanal de técnicos às casas das famílias de baixa renda para acompanhar e estimular o desenvolvimento das crianças até os 3 anos de idade. O programa atende também crianças de até 6 anos afastadas do convívio familiar. No Paraná, vai ser estendido para a chamada segunda infância, com atendimento a crianças de até 12 anos.

Fonte: Agência Estadual de Notícias, repórter: Juliano Gondim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *