Equipe da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) chega em Maringá nesta quarta, 28, para trabalhar no anteprojeto da reforma do Aeroporto Regional de Maringá. No primeiro semestre, o aeroporto registrou aumento de mais de 6% nas operações de embarque, desembarque, pouso e decolagem em relação ao mesmo período de 2018. Serão investidos R$ 81,5 milhões na reforma, prevista para ser concluída em 18 meses.
A Infraero vai avaliar o que foi planejado para o novo terminal de passageiros e vai sugerir melhorias. A equipe fica dois dias na cidade. “Estamos transformando o aeroporto num espaço moderno”, afirma o superintendente do aeroporto, Fernando Rezende.

Ele apresentou na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), na noite de ontem, dados atualizados sobre o aeroporto. E finalizou a apresentação citando o Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional (TECA) que já foi concedido através de licitação e que deverá operar nos próximos meses. O terminal receberá cargas aéreas e terrestres, preenchendo uma lacuna com o fechamento do Porto Seco em Maringá esse ano.
O que já melhorou foi a praça de alimentação. Há quatro novos boxes operando. E um restaurante e loja de conveniência serão inauguradas em breve. Entre os pontos há cafeteria, choperia, pizzaria e sorveteria. Todos com preços mais acessíveis que eram praticados em administrações anteriores.

Já a pista do aeroporto está em fase final de validação do projeto. O secretário de Obras, Albari de Medeiros, informa que há uma avaliação da fiscalização e depois será encaminhado para a Secretaria de Aviação Civil (SAC). E só então a prefeitura dará a ordem de serviço. Que deve acontecer entre setembro e outubro. O prazo para entrega da nova pista é de um ano.
Todas essas melhorias preparam o aeroporto para receber mais operações, seguindo num crescimento que já acontece. Em junho de 2018 foram registrados 23.549 embarques e em junho desse ano foram 26.572.

Novidades

Confira algumas melhorias previstas para o Aeroporto Regional de Maringá:

  • Ampliação da pista;
  • Área de check in ampliada;
  • Uma nova sala de embarque no piso superior, permitindo acesso direto às aeronaves;
  • Sala de desembarque maior;
  • Novo prédio será construído para abrigar o setor administrativo;
  • Escada rolante no interior do aeroporto facilitará a locomoção dos passageiros;
  • Lanchonetes, restaurante e loja;
  • Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional;
  • Estacionamento passou de 33 para 64 vagas;
  • Melhor acessibilidade numa via ao redor de um hotel próximo para facilitar o fluxo dos veículos;
  • O aeroporto negocia com governo estadual para ter um hangar com aeronaves de resgate e patrulhamento militar.

Fonte: Prefeitura de Maringá