Tecpar faz estudos de viabilidade do Centro de Biotecnologia de Maringá

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) está concluindo um Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica (EVTE) para a implantação do Centro de Biotecnologia Industrial em Maringá, na Região Noroeste. A medida atende solicitação do Ministério da Saúde para a retomada do projeto.
“A instalação do centro é estratégica para o Estado, que trabalha para levar mais empresas, emprego e renda para o interior do Paraná, além estimular a formação de talentos com perfil tecnológico”, afirma o presidente do Tecpar, Jorge Callado.
O Centro de Biotecnologia deve reunir empresas de base tecnológica com produtos e serviços que sejam resultados de atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico ou de inovação.
Em julho deste ano, o Ministério da Saúde suspendeu todos os projetos de Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDP), incluindo o centro paranaense, com a finalidade de reestruturar o cronograma de ações e atividades.

FASE FINAL – O ministério solicitou que o Tecpar apresentasse estudos sobre o empreendimento. O trabalho está em fase final e será avaliado pelo Comitê Deliberativo e pela Comissão Técnica de Avaliação, ambos compostos no começo deste mês pelo Ministério da Saúde.
O instituto depende dessa aprovação para realizar investimento de estruturação do centro. O Governo do Estado, o Ministério da Saúde e a Caixa Econômica Federal pretendem investir, juntos, R$ 120 milhões. A unidade será instalada em um terreno transferido pela Prefeitura de Maringá ao Tecpar.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná