Proposta de Orçamento de Maringá para 2020 é 5,27% maior que de 2019

A Secretaria da Fazenda (SeFaz) apresentou na tarde de hoje, 24, a proposta de orçamento da prefeitura de Maringá para 2020. O valor de R$ 1.794.684.563,00 é 5,27% a mais que do ano passado. Foi apresentado com detalhamento pela equipe da Secretaria da Fazenda (Sefaz) numa audiência no auditório Helio Moreira, anexo ao Paço Municipal. Os setores que mais receberão investimento são Saúde (29,58%) e Educação (18,64%). Proposta será encaminhada para a Câmara de Vereadores até 30 de setembro. Vereadores devem fazer uma audiência pública antes de votar.
Entre as secretarias que tiveram aumento na verba em relação ao ano passado estão a Secretaria de Cultura com 25,04% a mais. Entre os motivos está a reforma do CineTeatro Plaza. A Procuradoria Geral com 34,81% a mais, sendo os precatórios um dos motivos do aumento. A Secretaria de Esportes com 14,82% a mais que em 2019, sendo a reforma dos centros esportivos entre os motivos. Entre outros. O  secretário da SeFaz, Orlando Chiqueto, comentou que é complicado lidar com o orçamento. E que cabe à prefeitura reduzir custos, não aumentar impostos e atender a população. Já que a prioridade varia para cada pessoa.
Alguns segmentos receberão valor menor que em 2019. Isso porque obras já acabaram ou tiveram boa parte concluída, precisando de menor verba no próximo ano. Como na Secretaria de Mobilidade que teve para esse ano R$ 26.261.228,00 para o Terminal Intermodal que será inaugurado no final do ano e não terá obra em 2020. Outro caso assim está na Secretaria de Obras que teve R$ 4.957.000,00 para a avenida Carlos Borges, já inaugurada.
Já a Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico receberá um valor menor para o Parque Industrial, que tem boa parte de estrutura pronta. Com isso teve R$ 7.800.000,00 em 2019 e terá R$ 500 mil em 2020 para regularização de instalações de água e esgoto.
Conforme determinação da Constituição Federal, a prefeitura realizou cinco Assembleias de Planejamento e Gestão Territorial (APGTs) em regiões diferentes em junho para ouvir a população sobre o orçamento. As APGTs foram feitas pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá (Ipplam) e amplamente divulgadas antes.
Fonte: Prefeitura de Maringá