Termina no dia 20 de outubro o prazo para recadastramento e regularização de túmulos no cemitério de Nova Esperança. De acordo com a administração do local, todas as pessoas que têm parentes enterrados no local devem procurar o cemitério para atualização cadastral e para regularizar a situação, caso seja necessário. Se até o fim do prazo isso não for feito, ficará à cargo da prefeitura dar a destinação ao jazigo abandonado.

Segundo o Chefe do Cemitério, Milton Amauri, a medida visa identificar os proprietários de túmulos abandonados ou sem documentação. No último levantamento feito no local, segundo ele, 305 túmulos estavam em estado de abandono. Com essa campanha, vários já foram regularizados. “Não queremos prejudicar ninguém, mas precisamos regularizas a situação, pois atualmente temos uma carência muito grande de túmulos. O cemitério está lotado. Ainda não sabemos o que será feito com os túmulos abandonados, a prefeitura é quem vai decidir”, explica Amauri.

Ainda de acordo com a prefeitura, muitos túmulos estão em estado precário de conservação, tornando-se criadouros de insetos peçonhentos e mosquitos transmissores de doenças, entre elas a dengue. O objetivo é deixar o local mais organizado e limpo para quem visita.

Os túmulos que precisam ser regularizados foram marcados com um “X”, nas cores vermelha ou preta. Naqueles marcados com preto, o proprietário terá que verificar e corrigir as rachaduras, tomar providências quanto à conservação da calçada e retirar vasos que possam acumular água.

Já nos marcados com “X” de cor vermelha, o dono deverá providenciar reforma, instalar número de identificação e placa com o (s) nome do (s) falecido (s).

Para fazer o recadastramento, regularização ou verificar a situação do túmulo, basta procurar o cemitério das 8h às 11h30 e das 13h às 17h e falar com Sidney.

Fonte: Portal da Cidade Paranavaí