Apucarana novamente conquistou o Prêmio Gestor Público PR, promovido pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (SINDAFEP). Na 7a edição do evento, foram premiados o Ambulatório de Especialidades Dermatológicas, mantido pela Autarquia Municipal de Saúde, e o projeto “(Re)inovação tecnológica”  nas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

A entrega da premiação será no dia 12 de novembro, em cerimônia que acontecerá em Curitiba, no plenário da Assembleia Legislativa do Paraná. O prefeito Junior da Femac recebeu a notícia nesta sexta-feira (11/10)  bem como o convite para participar da solenidade de premiação. Reginaldo de França, membro do comitê gestor do prêmio,  esteve em Apucarana para fazer o comunicado, quando se reuniu com o prefeito no gabinete municipal.

Conforme França, o Prêmio Gestor Público Paraná reconhece as boas iniciativas e que podem ser reproduzidas em outros municípios. “Os projetos premiados passam a integrar um banco de dados com acesso público. Desta maneira, gestores de qualquer região do País podem acessar as iniciativas bem-sucedidas e replicá-las em seus municípios”, ressalta o coordenador do comitê gestor do prêmio.

O prefeito Junior da Femac lembra que essa não é a primeira vez que as ações de Apucarana são reconhecidas pelo Prêmio Gestor Público PR. “O Programa de Implantodontia, que é o maior do País, já havia sido reconhecido em edição anterior, da mesma forma como também foram premiados os projetos Biblioteca Itinerante (Secretaria Educação) e o Programa Economia Solidária (Secretaria da Mulher), durante a gestão do ex-prefeito Beto Preto. Agora, mais uma vez, projetos das áreas de saúde e da educação voltam a ser premiados”, frisa Junior da Femac.

O Ambulatório de Especialidades Dermatológicas funciona no primeiro andar da Autarquia Municipal de Saúde (AMS), ocupando uma área de 193 metros quadrados, abrangendo quatro consultórios médicos, duas salas de pequenas cirurgias com vestiário e sala de espera exclusiva, central de material esterilizado, e sala de fototerapia com vestiário. “O ambulatório é referência na região, pois possui aparelhos modernos como a câmara de fototerapia pública, única existente no Norte do Estado. Além dos equipamentos de última geração, existe uma equipe de médicos e profissionais altamente qualificada”, reitera Junior da Femac.

Já o projeto  “(Re)inovação tecnológica”  consiste numa série de ações desenvolvidas pela Autarquia Municipal de Educação (AME), para que estudantes e professores possam acompanhar o avanço das novas tecnologias. “Em Apucarana, entendemos que era necessário se adaptar ao novo cenário e incluir as mídias digitais no processo de ensino e aprendizagem dos nossos 12 mil alunos”, observa a professora Marli Fernandes, diretora-presidente da AME.

No ano passado, o Município, na gestão Beto Preto, por meio da AME investiu R$ 3,3 milhões na compra de 1.770 netbooks, 800 tablets e 40 notebooks para as 60 unidades de ensino da rede municipal. “O projeto  é considerado o maior programa de difusão da informática junto a alunos do ensino básico no Paraná”, ressalta Marli.

Todos os centros infantis e escolas também foram equipados com um laboratório de informática itinerante. “Trata-se de um carrinho capaz de armazenar, transportar e recarregar as baterias de até 40 netbooks ou tablets simultaneamente. Desta forma, os equipamentos podem ser facilmente deslocados de uma sala de aula para outra”, explica a Marli, acrescentando que lousas digitais também foram adquiridas e encaminhadas às escolas.

Fonte: Prefeitura de Apucarana