O Conselho da Comunidade da Comarca de Paranavaí, entidade ligada ao Poder Judiciário, realiza neste sábado (7) das 9h às 16h, no Calçadão da Rua Getúlio Vargas, um bazar com tapetes de crochê produzidos por presos que cumprem pena na cadeia pública da cidade e participam do projeto de remição de pena pelo trabalho.

O projeto é desenvolvido no mini-presídio desde setembro de 2017 e de acordo com o presidente do Conselho, Cláudio Miguel de Souza, 400 peças estarão à venda com preços entre R$ 30,00 e 70,00. Toda a renda será utilizada na compra de linhas para a confecção de novos tapetes.

Atualmente, 180 detentos participam do projeto, que possibilita reduzir a pena por meio do trabalho. Deste total, 45 são atendidos pelo Conselho, que fornece as linhas para confecção das peças, o restante recebe material da família.

Depois de pronta, 50% da produção que é custeada pelo Conselho, vai para a família do detento que produziu e os outros 50% são vendidos em bazares para adquirir recursos e comprar mais linhas.

O Conselho

O Conselho da Comunidade da Comarca da Paranavaí é uma entidade ligada ao Poder Judiciário e composta por 14 voluntários, que presta assistência aos detentos da cadeia pública do município.

A entidade é mantida com dinheiro proveniente de penas pecuniárias (aquela que pune crimes de menor potencial ofensivo com o pagamento em dinheiro) e presta assistência aos detentos oferecendo, além das linhas para a produção do artesanato, produtos de necessidades básicas como kits de higiene pessoal e limpeza e remédios, que não são fornecidos pela farmácia municipal.

Serviço

O bazar está sendo realizado no sábado (7) das 9h às 16h, no Calçadão da Rua Getúlio Vargas, Centro de Paranavaí.

Fonte: Portal da Cidade Paranavaí