Depois de ganhar prêmio na categoria ′Ações de Inovação′ com o projeto Sistema de Reconhecimento Facial Integrado ao Credenciamento, o aeroporto de Maringá conquista um segundo reconhecimento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), também pelo ineditismo de tecnologia usada para remoção de aeronaves inoperantes da pista. O prêmio foi recebido pelo coordenador de Aviation Security e Resposta à Emergência do aeroporto, Gustavo Vieira da Silva.
“Entre nossas prioridades, segurança sempre pontuou como de extrema relevância no contexto das operações aeroportuárias. A conquista desses prêmios reconhece o esforço de nossa equipe em não apenas aplicar protocolos, mas evoluir com inovações, como bem demonstram os projetos premiados”, afirma o superintendente do aeroporto, Fernando Resende. “Sem dúvida, é um grande incentivo a toda a equipe que trabalha em todas as áreas do aeroporto”, acrescenta.
O ′Dolly Recovery′, premiado pela Anac, consiste num sistema  usado para deslocar aviões em situação de emergência em função de um furo no pneu, estouro ou colapso do trem de pouso. O equipamento foi desenvolvido por empresa maringaense e testado por seis meses ao custo unitário de R$ 5,6 mil. Similar importado tem custo estimado em R$ 70 mil.  O Aeroporto também dispõe de guincho com capacidade para 80 toneladas.
“Com esse equipamento, podemos retirar uma aeronave, dentro das circunstâncias previstas e planejadas, em questões de minutos, em vez de horas. Essa vantagem gerou interesse de grandes aeroportos como Florianópolis, Porto Alegre e Rio, e aquisição do equipamento pela divisão de Recuperação de Aeronaves acidentadas da LATAM”, explica Gustavo Vieira, um dos coordenadores  responsáveis pelo desenvolvimento do projeto.
As premiações consideram as ações inovadoras de Maringá em relação aos aeroportos do país, englobando, além da tecnologia, o produto desenvolvido e a redução no custo de implementação. O Inovanac Safety, conquistado pelo ′Dolly Recovery′ e entregue pelo diretor-presidente da Anac, José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz, e o Inovanac Security, conquistado em novembro, tornam Maringá o primeiro aeroporto do país a conquistar os dois principais prêmios de inovação da Anac.
Fonte: Prefeitura de Maringá