Prefeitura de Maringá avança no atendimento do bem-estar animal

Mais de 13 mil castrações em três anos e implantação de aplicativo para agilizar processo, feiras de adoção, ambulância para resgate de animais feridos, convênio com instituições de ensino para atendimento veterinário, mais rigor na fiscalização e atuações em caso de abando e maus tratos. É esse o tratamento que a atual gestão dispensa aos animais. E vem muito mais por aí!
Além das castrações, os convênios com clínicas veterinárias da Uningá e Unicesumar deram suporte para a diretoria de Bem-estar Animal atender 612 animais em situação de maus tratos, de maio de 2018 até dezembro de 2019. Os animais são recolhidos pela van do Bem-estar Animal, doada pelo corpo de bombeiro em 2018. O veículo conta com medicamentos para o socorro, bancada, armários e gaiolas específicas para diferentes portes de cães e gatos.
Em três anos, 71 feiras de adoção garantiram lar para 788 cachorros e gatos. Por meio da Lei 10.467/20, 4.853 denúncias de maus tratos foram registradas e 105 autos aplicados. Além do aplicativo Petis, com 7.102 pedidos de castração – desde a inauguração, em maio de 2019. O secretário de Meio Ambiente e Bem-estar Animal, Marco Antônio de Azevedo, reforça que os avanços e investimentos refletem o cuidado e a preocupação da administração com a causa animal.
Fonte: Prefeitura de Maringá