Investimentos garantem fim da falta d’água em Apucarana

Com recursos na ordem de R$8 milhões, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) anunciou nesta quarta-feira (12/02) que foi possível solucionar o problema de abastecimento de água que afetava residências, comércios e indústrias da região norte de Apucarana. O funcionamento do novo Sistema Parque da Raposa, que englobou a construção de um reservatório com capacidade para até dois milhões de litros e seis estações elevatórias para bombeamento da água, foi detalhado ao prefeito Júnior da Femac durante visita técnica chefiada por Rafael Malaguido, gerente-geral da Sanepar na Região Nordeste do Paraná. “Devido à grande expansão industrial e imobiliária nos últimos anos, o sistema antigo não conseguia dar atendimento ao crescimento da demanda devido a baixa pressurização. Problema que agora está solucionado mediante investimentos em obras de melhoria operacional”, explicou Malaguido.

O Sistema Parque da Raposa é responsável por abastecer uma área que abrange desde o Parque Industrial Zona Norte, passa pelo campus da UTFPR até os residenciais Sumatra e Jaçana. “Esta região era o maior gargalo da companhia na cidade. Com estes investimentos adquirimos potencial para levar água ininterruptamente a 48 mil pessoas e também atender as necessidades das muitas indústrias desta região”, complementou Luiz Carlos Jacovassi, gerente da Regional Apucarana, frisando que a Regional conta com equipe capacitada, equipamentos e tecnologia de ponta. “Através de nosso Centro de Controle Operacional (CCO) monitoramos todo o sistema ao longo das 24 horas do dia”, explicou.

O prefeito Júnior da Femac enalteceu o resultado dos investimentos da Sanepar, viabilizados em parceria com a prefeitura. “Apucarana cresce a cada ano. O IBGE vem confirmando isto. Muitas pessoas têm sido atraídas pelo novo momento que a cidade vive para trabalhar, estudar e também para empreender. E graças a este trabalho realizado pela Sanepar, com investimentos do Governo Ratinho Júnior, e muito bem gerenciados pelo Rafael Malaguido e pelo Jacovassi, podemos dizer com toda segurança que não tem mais falta d’água em Apucarana e, melhor, que temos água em qualidade e quantidade mais que suficientes para atender com tranquilidade e por muitos anos todo este desenvolvimento econômico e social do município que estamos atraindo”, assinalou o prefeito.

Acompanhado de secretários municipais, Júnior percorreu ainda outros dois investimentos da estatal na cidade: Estação Elevatória de Esgoto (EET) do Jardim Catuaí e o Poço Artesiano 28, na região do Parque Municipal Jaboti. “A EET foi fundamental para viabilizarmos a construção do Centro Municipal de Educação Infantil do bairro, que vai atender a mais de 200 crianças, e também para absorver o crescimento habitacional. O Poço Artesiano 28, é outra importante obra de captação de água, com vazão de 55 mil litros por hora, vai ganhar um reservatório de 2 milhões de litros garantindo água por muitos anos também para a região Oeste, outro setor de Apucarana que tem crescido muito”, pontuo o prefeito Júnior da Femac.

Júnior salienta que abastecimento de água e tratamento de esgoto são temas transversais, que têm impacto direto nos índices de saúde, educação, promoção de grandes eventos na cidade, bem como no desenvolvimento industrial e comercial. “Faz grande diferença também na construção civil, com por exemplo neste momento em que Apucarana vive um “boom” na verticalização. Não existe edifício com fossa, é preciso uma rede de esgoto com capacidade, e mais uma vez a Sanepar realiza um grande trabalho, promovendo investimentos no centro de Apucarana com grande competência para absorver toda esta demanda”, destacou o prefeito.

Expansão contínua – Atualmente, 100% da cidade é atendida com água potável, sendo que a cada três litros, um é oriundo de poço artesiano. Já no setor de esgoto, 81% de Apucarana é coberta por rede coletora e de tratamento. “A gestão Beto Preto assumiu a cidade com apenas 24% de rede de esgoto e não tenho dúvidas de que todo o investimento feito neste período pela Sanepar, em parceria com a prefeitura, foi um diferencial para a retomada do desenvolvimento da cidade”, avaliou Júnior, frisando que existem projetos em andamento para novas obras no setor, contemplando bairros como o Residencial Interlagos, Orlando Bacarin, Jardim Curitiba e os distritos de Pirapó e Vila Reis.

Fonte: Prefeitura de Apucarana