Barcelona: Presidente define 8 a 2 como desastre e promete avançar mudanças definidas antes da goleada

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, definiu como “desastre” a goleada de 8 a 2 sofrida para o Bayern de Munique pelas quartas de final da Champions League, nesta sexta-feira.

O dirigente afirmou que o resultado vai acelerar mudanças já definidas até mesmo antes da competição continental.

“Noite muito dura. Essa derrota é duríssima. Lamento por todos. Não fomos a equipe que somos. Lamento muitíssimo. Concordo com Piqué: hoje foi um desastre. E agora temos que tomar decisões. Algumas já estavam pensadas antes da partida e executaremos essas decisões nos próximos dias”, disse.

“Foi um resultado volumoso e devemos pedir desculpas a todos os barcelonistas do mundo inteiro, porque este não é o Barça que todos queremos”, continuou.

Questionado quais seriam essas mudanças – e se entre elas estaria a saída do técnico Quique Setién -, Bartomeu despistou.

“Não vou dizer agora. Algumas já estavam tomadas antes da volta da Champions. Outras serão tomadas depois. Mas isso é para os próximos dias. A partir de amanhã vamos tentar levantar os ânimos”, falou.

Conforme a ESPN publicou nesta sexta, antes do duelo, o Barça já busca técnicos no mercado, e a meta é encontrar alguém que ganhe o “respeito imediato” do vestiário.

O Barcelona termina sua primeira temporada sem títulos desde 2008.