De maneira remota, UEM dá início ao 1° semestre do ano letivo de 2020 nesta segunda-feira (17)

Primeiro semestre estava previsto para começar no dia 6 de abril, porém foi suspenso devido à pandemia do novo coronavírus. Semestre será concluído no dia 19 de dezembro.

Universidade Estadual de Maringá (UEM) — Foto: Divulgação/UEM

Cinco meses depois da publicação do decreto que suspendeu as aulas no Paraná devido à pandemia do novo coronavírus, a Universidade Estadual de Maringá (UEM), no norte do estado, vai iniciar o ano letivo de 2020 nesta segunda-feira (17).

De acordo com a universidade, 60% das 7 mil disciplinas serão ofertadas de forma remota aos 14.200 alunos de graduação.

Conforme o calendário acadêmico, o primeiro semestre do ano letivo na UEM estava previsto para começar no dia 6 de abril, mas foi suspenso diante da necessidade de reduzir a disseminação da Covid-19.

Agora, o primeiro semestre na universidade será realizado entre 17 de agosto e 19 de dezembro deste ano.

Antes do início das aulas remotas, a universidade já havia oferecido atividades extracurriculares.

Para as aulas remotas, os professores poderão postar os conteúdos nas plataformas G Suiate for Education, do Google, e a Moodle.

Os alunos em vulnerabilidade social receberão equipamentos emprestados da universidade. A UEM cedeu smartphones e notebooks, doados pela Receita Federal, e chips com acesso à internet com pacotes mensais de, pelo menos, 10 GB.