Moradores de Botafogo reclamam da retirada de árvores no Mirante do Pasmado; veja antes e depois

A retirada de uma grande área verde com o corte de árvores no Mirante do Pasmado, em Botafogo, Zona Sul do Rio, causou indignação em muitos moradores da região. Eles mostraram nas redes sociais a transformação que ocorreu no local, por parte da prefeitura, em menos de um mês, segundo os relatos.

Protestos e um abaixo-assinado chegaram a ser feitos para coibir a retirada das árvores. O assunto foi discutido pelo Comitê Gestor do Iphan, mas o órgão deu aval para a revitalização proposta pela prefeitura do Rio. O local vai abrigar o Memorial do Holocausto, previsto para ser inaugurado em dezembro.

Do apartamento onde mora, a advogada Rafaela Lobato consegue ver o mirante. Ela contou que a retirada da vegetação ocorreu em agosto, de bem forma rápida, e que causou descontentamento em muitas pessoas da região.

“Aconteceu tudo de uma forma muito rápida, em uma semana a área já estava desmatada. Moro bem em frente, minha vista dá direto para o Pasmado, espaço com proteção ambiental. Muitas pessoas ficaram indignadas. A prefeitura quer construir um memorial do Holocausto com mais destruição? Isso não faz sentido”, ressaltou Rafaela.