Operação da PF mira empresas suspeitas de extração irregular de minério em MG e SP

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (24) a segunda fase da Operação Poeira Vermelha – Taquaril, que mira empresas suspeitas de extração irregular de minério. No total, foram doze mandados de busca e apreensão cumpridos em Belo Horizonte, em Candeias, no Sul de Minas, e em São Paulo, capital.

Os mandados foram cumpridos nas residências e nos escritórios de sócios e administradores das mineradoras investigadas localizados no Belvedere, Região Centro-Sul da capital. Segundo a PF, foram apreendidos documentos, computadores e mídias.

A primeira fase da operação aconteceu em julho deste ano, quando a PF obteve o bloqueio de mais de R$ 43 milhões e a suspensão das atividades de extração ilegal de minério das empresas em Nova Lima, na Grande BH.