Após 12 anos, servidores municipais de Maringá têm novo serviço de assistência em saúde

Os servidores municipais de Maringá passam a ter uma nova empresa para prestação do Sistema de Atenção à Saúde dos Servidores da Prefeitura de Maringá (Sama). A nova empresa, Sudamed, de Curitiba, venceu a licitação e passou a atender os servidores de Maringá desde domingo, 10.

A mudança ocorre a cada dois anos, mas nos últimos 12 anos Associação Beneficente Bom Samaritano venceu as licitaçoes e prestou a assistência em saúde aos servidores.

Agora, com a nova empresa, os servidores estão apreensivos. Segundo a diretora de assistência jurídica do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maringá (Sismmar), Franciely Medeiros, é uma mudança muito grande.

“Nós estamos apreensivos acompanhando, de fato, como se dará e execução desse contrato. […] Até o momento nós ainda não tivemos nenhuma demanda no sentido de que o servidor não foi atendido nas urgências e emergências ontem [domingo]. […] É uma mudança que a gente vai ter que avaliar aos poucos, porque é uma mudança que, realmente, para o servidor que estava acostumado com o pronto atendimento naquele centro médico, agora passar por essa mudança vai ser difícil de se habituar”, afirma Franciely.

Maringá tem quase 13 mil servidores ativos. Considerando os pensionistas, aposentados e dependentes, são quase 36 mil pessoas que utilizam o serviço de assistência em saúde.

Segundo a Prefeitura de Maringá, com a mudança, o município economizará R$ 15 milhões ao ano e a taxa de contrapartida dos servidores por procedimento cairá de R$ 7,68 para R$ 4,44.

As unidades de referência para urgência e emergência para os servidores passam a ser o Hospital Paraná e o Hospital Maringá. Ainda segundo a prefeitura, outra mudança para os beneficiários é que eles poderão agendar consultas diretamente com especialistas, sem passar pela triagem.

O serviço começou neste domingo, com o sistema de urgência e emergência. Servidores que tiverem dúvidas ou quiserem fazer agendamentos, é a partir desta segunda, 11 de janeiro, das 7h às 19h, por meio do telefone (44) 4001-7373.