Bolsonaro defende “honra” de Ricardo Barros: “Ele tem credibilidade”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) saiu em defesa do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). O parlamentar está na mira da CPI da Covid-19 no Senado, que apura irregularidades e omissões no combate à pandemia.

Nesta quinta-feira (22/7), em entrevista a imprensa no Parana, Bolsonaro disse que a honra de Barros “foi jogada na lama” e que ele tem credibilidade no governo.

O caso levou o Conselho de Ética a instalar um processo contra Barros na última semana. O parlamentar nega as acusações.

“A honra dele é jogada na lama por pessoas que não têm credibilidade perante a opinião pública. A CPI deve ouvi-lo. Por que deixa-lo sangrando? É momento de inquirir e tirar informações dele”, defendeu Bolsonaro.

Ele reafirmou o apoio e a confiança no parlamentar. “Até agora não tenho nada contra o Ricardo barros. Não posso, por denúncias, afastar as pessoas. Tem que ter alguma materialidade. Ele continua no meu governo tendo credibilidade para tratar dos assuntos”, declarou.